Home » Novidade » Rede Jornalistas das Periferias de SP promove 1ª Virada Comunicação

Iniciativa de coletivos de comunicação, evento visa a discutir importância da criação de narrativas periféricas e a representação do cotidiano das comunidades pela mídia tradicional


Com mais de 200 mil seguidores nas redes sociais e média de 1 milhão de visualizações por mês, a Rede Jornalistas das Periferias, que congrega 13 coletivos de diferentes áreas da comunicação da Grande São Paulo (*), realizará em 16/9, das 9h às 22h, no Centro Cultural do Grajaú, no extremo sul da capital paulista (rua Professor Oscar Barreto Filho, 252), a 1ª Virada Comunicação. A proposta é debater, refletir e apontar caminhos para a abordagem jornalística de temáticas das periferias. As inscrições são gratuitas.

Para os idealizadores, a Virada Comunicação é um marco da organização de coletivos e comunicadores que acreditam na importância de ampliar a discussão sobre a atual representação jornalística dessas regiões da cidade, conectando protagonistas que constroem outra narrativa possível sobre o cotidiano das periferias. Com mais de dez horas de atividades, mesclará oficinas de comunicação, intervenções culturais e mesas de debate com a participação de 34 convidados, que discutirão temas como a conjuntura atual das periferias, genocídio e segurança pública, questões de gênero, etnias e identidades, educação e cultura, transporte e desenvolvimento local, moradia e meio ambiente, democratização da mídia e formas de atuação na comunicação.

A iniciativa conta com o apoio de Fundação Tide Setubal, Ford Foundation e Instituto Alana, que contribuirão com a construção desses debates oferecendo suas pesquisas sobre temas diversos da periferia, como educação, cultura, infância, direito à comunicação, direito à cidade, entre outros.

(*) Alma Preta; Capão News; Casa no meio do Mundo; Desenrola e não me enrola; DiCampana Foto Coletivo; DoLadoDeCá; Historiorama: Conteúdo&Experiência; Imargem; Mural – Agência de Jornalismo das Periferias; Nós, mulheres da periferia; Periferia em movimento; Periferia invisível; e TV Grajaú.

Deixe um comentário

comentários